Brasil conquista três medalhas e termina Grand Prix da Bulgária na terceira colocação geral; Silvana é campeã

O Brasil conquistou, nesta segunda-feira (6), três medalhas no Grand Prix de Sofia, na Bulgária, no Parataekwondo. Silvana Cardoso (ouro), Nathan Torquato (prata) e Cristhiane Neves (bronze) levaram o Brasil ao pódio e ao terceiro lugar geral da ocmpetição.

Brasil conquista três medalhas e termina Grand Prix da Bulgária na terceira colocação geral; Silvana é campeã

Campeã Mundial e líder do ranking Mundial, Silvana Cardoso, – 57 kg, venceu a atleta da Sérvia na semifinal e, na disputa pelo ouro, passou pela atleta da Turquia, garantindo mais uma medalha de ouro internacional em seu currículo.

Campeão paralímpico em Tóquio e também líder do ranking, Nathan Torquato, -63 kg, também entrou na competição já nas semifinais. Ele venceu sua primeira luta contra o Irã e, na final, acabou superado pelo atleta da Turquia.

Cristhiane Neves, também bem colocada no ranking Mundial, teve sua primeira luta já na semifinal e acabou superada pela atleta do México por 15 a 4, terminando com o bronze.

O Brasilt também teve atuando na competição: Fabricio Marques, que venceu sua primeira luta, mas acabou superado pelo atleta da França nas quartas de final, Maria Eduarda Stumpf, Ana Carolina Moura, Leylianne Ramos, Debora Menezes, Camila Macedo e Pedro Paulo Neves.

“Esta é a primeira edição de Grand Prix do Parataekwondo, e o Brasil já ficou no top-3 com um ouro, uma prata e um bronze. Nas últimas edições dos eventos mais fortes do mundo (Jogos Paralímpicos, Campeonato Mundial e Grand Prix), o Brasil esteve no top-3 em todos eles. Isso mostra a potência que o Brasil é no Parataekwondo e vamos continuar trabalhando para que a gente siga neste caminho”, disse o coordenador de Parataekwondo da CBTKD, Rodrigo Ferla.

DEJA UNA RESPUESTA

Por favor ingrese su comentario!
Por favor ingrese su nombre aquí